NFC-e em Pernambuco, saiba tudo

NFC-e em Pernambuco, saiba tudo

28 de maio de 2017 / obrigatoriedade-fiscal , sefaz / Comments (1)

Os contribuintes do estado de Pernambuco, que possuem qualquer CNAE de varejo estão autorizados, desde de 1º de maio de 2017, a emitir a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e).

 

MAS AFINAL, O QUE É NFC-E?

 

NFC-e é um documento digital, gerado e armazenado eletronicamente que substitui o tradicional cupom fiscal emitido em lojas, supermercados, drogarias, postos de combustíveis e comércio varejista em geral na maioria dos estados brasileiros. Ela documenta as operações comerciais de venda presencial ou venda para entrega em domicílio ao consumidor final (pessoa física ou jurídica) em operação interna e sem geração de crédito de ICMS ao adquirente.
A NFC-e é semelhante a NF-e e seu objetivo é modernizar e desburocratizar a relação das empresas com o fisco, reduzindo custos para ambas as partes e diminuindo a sonegação de impostos.

 

QUAIS AS VANTAGENS DE USAR A NFC-E?

 

Economia

 

Dispensa do uso do Equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF) e consequentemente impressão de Redução Z e Leitura X, Mapa Resumo, lacres, comunicação de ocorrências, cessação de uso, etc.

 

Permite o uso de qualquer impressora não fiscal, térmica ou laser, sem necessidade de autorização pelo Fisco. Uma impressora capaz de emitir NFC-e pode custar até 80% menos do que o ECF, além de dispensar a necessidade de intervenção técnica e não possuir limite de vida útil por preenchimento de memória.

 

O papel usado na impressora não fiscal pode ser de uma qualidade inferior (a exigência da NFC-e é que o papel tenha durabilidade de 6 meses e não 5 anos como o cupom fiscal) e ainda pode ser enviado por e-mail ao cliente sem a necessidade de impressão obrigatória. Isso tem mostrado na prática que a redução com custos de impressão “paga” a impressora não fiscal em poucos meses.

 

Com o b2click existe a possibilidade da centralização das impressões em apenas uma única impressora não fiscal, independentemente da quantidade de pontos de venda resultando numa economia ainda maior.

 

Agilidade

 

Por não existir mais a comunicação com o ECF, a impressão passa a ser realizada apenas no final da venda. Isso resulta em um aumento significativo na velocidade da impressão.

 

A autorização on-line da NFC-e demora 1 segundo em média e possui um ambiente de contingência off-line para quando sua conexão com a internet ou os servidores da Sefaz não estiverem disponíveis.

 

Em caso de problemas com a internet, você não para de vender com a NFC-e, pois suas vendas continuam sendo realizadas em contingência e todas são transmitidas no momento que é restabelecida a comunicação.

 

Atualmente quando a Redesoft libera uma nova versão do b2click PAF, o estabelecimento que usa ECF não recebe a atualização instantaneamente sendo necessário aguardar a homologação de cada versão na SEFAZ estadual, este processo em muitos estados pode demorar até meses, mesmo que se trate de simples alterações para correção de eventuais problemas. Com a NFC-e isso não acontece, pois não existe homologação de cada versão do software pelo Fisco.

 

Flexibilidade

 

Flexibilidade de expansão de pontos de vendas nos períodos de alto movimento do comércio, sem necessidade de autorização prévia do Fisco.

 

Abrir um novo ponto de venda ou iniciar um varejo é muito burocrático do ponto de vista fiscal. Quando o assunto é ECF, já ouvi empresas dizerem que sofreram com atrasos na abertura de lojas pela necessidade de homologação, é necessário que as impressoras fiscais recebam o lacre físico para que seja autorizada a imprimir o cupom fiscal. Nada disso ocorre com a NFC-e, pois sua solução é toda baseada em software, retirando os prazos necessários a burocracia do processo.

 

Dispensa da atualização do software na SEFAZ Virtual pelo contribuinte. Deixa de existir a necessidade do contribuinte acessar a ARE Virtual (Sistema e-Fisco) para informar a atualização de software em cada ECF ativa, o que atualmente pode causar multas de fiscalização caso não seja realizado por parte do contribuinte.

 

Segurança das informações

 

O arquivamento da NFC-e se dá através de seu XML. O b2click PAF armazena automaticamente esses XML na nuvem computacional da Redesoft deixando-os disponível para acesso quando necessário.

 

Com o b2click PAF, o certificado digital e sua senha, usados para a assinatura do XML da NFC-e, ficam embarcados no sistema impedindo que sejam usados para outros fins que não seja a assinatura desses arquivos.

 

Com a NFC-e, os impostos são parametrizados antes da emissão do documento. O contador faz a análise desta informação inicial e após a emissão do documento não precisa se preocupar se o cliente informou os impostos corretamente e fazer ajustes fiscais.

 

Inovação

 

A NFC-e permite acesso a novas tecnologias como o b2click POS. Com ele seu cliente faz o pagamento, inclusive com TEF, sem precisar se deslocar ao caixa. Ideal para postos de combustíveis e estabelecimentos do ramo de alimentação.

 

Saiba mais sobre o b2click POS clicando aqui: http://redesoft.com.br/solucoes-pos/

 

COMO FAÇO PARA EMITIR NFC-E?

 

Tudo começa com o software certo e a Redesoft tem o que você precisa. A rotina de emissão e transmissão de NFC-e já é consolidada no b2click PAF. São mais de 2 anos de experiência e evolução da ferramenta atendendo a todos os requisitos exigidos em vários estados do Brasil, inclusive em Pernambuco.

 

Estabelecimentos que já usam o b2click não têm nenhum custo adicional com a Redesoft ao passar a emitir NFC-e.

 

Sobre a Secretaria da Fazenda, para emitir a NFC-e é necessário solicitar no e-Fisco o credenciamento no ambiente de homologação (ambiente de testes) e no ambiente de produção. Para mais informações acesse: https://www.sefaz.pe.gov.br/Servicos/Nota-Fiscal-de-Consumidor-Eletronica/Paginas/default.aspx

 

Se você já é um cliente Redesoft entre em contato com nosso suporte caso ainda exista alguma dúvida sobre a ativação da NFC-e.

 

Se você ainda não é um cliente Redesoft entre em contato com nosso comercial através do número 0800 777 9011 e solicite um orçamento.

Tags: , , , ,

Comments (1)

Comments are closed.